segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

Who Wants to be a Superhero?















Episódio 1

A divertida empreitada de Stan Lee no mundo dos reality shows finalmente chega ao Brasil.

Stan Lee é um roteirista e editor de quadrinhos que durante muitos anos foi o principal redator da Marvel Comics e criou muitos dos personagens que hoje todos conhecemos, como Homem-Aranha, Hulk e X-Men.

A premissa é procurar pessoas que queiram mostrar o super-herói dentro de si e selecionar 11 candidatos que possam ser testados pelo Vovô Lee até que no final só reste um. O super-herói felizardo ganha um gibi escrito por Lee e publicado pela Dark Horse, um telefilme a ser veiculado no Sci Fi Chanel e um lugar oficial na Parada dos Super-Heróis do parque temático Universal Studios Florida.

O resultado de tudo isso é muito diferente de outros reality shows; é tudo muito tosco e engraçado (involuntariamente, na maioria das vezes). O programa começa mostrando o processo de seleção e os muitos candidatos rejeitados, o que é sempre uma diversão (assisti os primeiros episódios de Ídolos só pra ver as bizarrices). Os rejeitados incluem desde uma stripper que mostra os seios pra distrair os criminosos até um marmanjo vestido de Faye Valentine do anime Cowboy Bebop. Depois de algumas risadas, conhecemos os 11 classificados (que por sinal também não tiveram os nomes traduzidos pelo Sony). Vamos a eles:

Rotiart - Um gordinho que lembra o Kevin Smith embrulhado em papel laminado;
Levity - Um herói gay ou coisa do tipo, não prestei atenção;
Major Victory - Uma mistura de herói careta da Era de Prata com as caretas do Jim Carrey;
Feedback - Um genérico daquele Batman atormentado por baboseiras psicológicas nos anos pós-Cavaleiro das Trevas;
Creature - Ainda não entendi qual é a dela. Parece uma vegetariana radical com um visual meio Tank Girl;
Lemuria - Pelo macacão dourado que ela usa, suspeito que ela tem algo a ver com Discoteca, mas não tenho certeza;
Tyveculus - Um bombeiro que nas horas vagas é centurião;
Nitro G - Um nerd que trabalha numa loja de quadrinhos e que quase tinha orgasmos toda vez que o Stan Lee aparecia;
The Iron Enforcer - Um cara estilo Cable, inclusive com proporções liefeldianas;
Cell Phone Girl - Uma patricinha que possui um... celular! Não entendi o que tem de tão especial nisso;
Fat Momma - A mãezona que combate o crime usando rosquinhas como fonte de poder;
Monkey Woman - Uma jovem que foi mordida por um macaco radioativo... ops, esqueçam isso, é só uma guria que sobe em árvore e imita macaco.


Um primeiro episódio divertido e com boas lições de moral, uma combinação típica das histórias de Stan Lee, claro. Pra quem ainda não conferiu, o Spider disse que ainda tem uma reprise no domingo, às 17h. O novo episódio passa na terça às 22h, com reprise algumas horas depois, às 2h de quarta, sempre no canal Sony.

Melhor momento: Stan Lee dando esporro na galera por começarem uma festinha logo depois de se conhecerem. Só faltou dizer "isso aqui não é BB!".

Desse eu queria participar!!!!

2 comentários:

Rodrigo disse...

Isto não é BB, você quer dizer... (risos)

Nanda disse...

Tabom, tabom, vou mudar! hahahaa