domingo, 21 de dezembro de 2008

Tempo e Angústia

É impressionante como frações de segundos ruins desencadeiam equações de dias piores. Na verdade não sei exatamente o que é... Sei que é foda.

Queria espiar o futuro, pois o presente já perdeu a graça. O passado avisou mas eu aceitei o desafio. Será que eu perdi? Essa angústia me atormenta. Queria espiar o futuro.

Não ganho um tempo sequer. Quando paro, o futuro se torna presente e o presente se torna passado. Ele se perde. Talvez ele tenha razão, meu limite é este. Não tenho mais a fazer. O tempo se esgota em algoritmos de meses.

Um comentário:

Polêmica disse...

É verdade, em questão de segundos um acontecimento pode gerar um sofrimento que durará uma vida inteira, assim como a confiança que se demora anos para conquistá-la e em segundos podemos perdê-la.
É tudo muito rápido na nossa vida, se pararmos para espiar o futuro, ele passa sem e gente perceber e vira passado!

Beijos